Paracetamol pode aumentar asma e sibilâncias






A asma é cada vez mais comum na população mundial e muitos especialistas sugerem que o uso generalizado de paracetamol possa estar a contribuir para este aumento, revela um estudo publicado na revista CHEST, noticia o site Saúde na Internet.

Um estudo publicado em 2008, que avaliou cerca de 200 mil doentes, já tinha sugerido um maior risco de asma e sibilâncias em pessoas que tomaram paracetamol (acetaminofeno).

Os cientistas sugerem que esta relação ocorre dado que o paracetamol reduz os níveis do antioxidante hidrossolúvel produzido pelo organismo, denominado glutationa, que se encontra no tecido pulmonar.

Para investigar este facto, J. Mark FitzGerald, do Vancouver Coastal Health Research Institute, no Canadá, decidiu examinar na literatura médica a relação entre o paracetamol e o risco de asma e sibilâncias.

Esta metanálise de 19 estudos traz provas adicionais que ajudam a explicar o aumento do risco de asma em crianças e adultos medicados com paracetamol (acetaminofeno).

Quando os investigadores realizaram a análise combinando os 19 estudos, que incluíram um total de 425.140 doentes, verificaram que o paracetamol estava associado a um aumento de 1,6 vezes do risco de asma.

Por exemplo, as crianças que foram expostas ao fármaco no útero materno apresentaram um risco 1,3 vezes superior de sofrerem de asma e 1,5 vezes superior de apresentarem sibilâncias. O único estudo que observou o uso de altas doses de acetaminofeno especificamente nas crianças concluía que o risco de asma triplicava.

Contudo, em declarações à imprensa, FitzGerald, aconselha os pais a não repudiarem o fármaco, caso o pediatra o aconselhe quando a criança tiver febre.


Fonte


Já acessou hoje o blog Fisioterapia Respiratória?

Paracetamol pode aumentar asma e sibilâncias Paracetamol pode aumentar asma e sibilâncias Editado por Dani Souto on 07:01 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.