sexta-feira, 6 de maio de 2011

Tratamento não farmacologico a Asma Bronquica


>




Para DUNCAN et al. (1996) o tratamento em longo prazo, é essencial identificar e reduzir a exposição a alérgenos, a irritantes e controlar outros fatores capazes de aumentar os sintomas ou precipitar crise de asma.

Os fatores são: alérgenos inalatórios, exposições ocupacionais e desencadeantes não alérgicos. Os alérgenos mais importantes por via inalatória são antígenos animais, poeira doméstica, baratas, bolor e fungos. Medidas para reduzi-los são: remoção de carpetes, redução de umidade domiciliar para menos de 50% e extermínio das baratas. Para exposições ocupacionais também é necessário identificar o agente e interromper o contato. Fatores não alérgicos são irritantes, como fumo, poluição (de dentro e de fora de casa), condições ou drogas que podem piorar a asma: rinite, sinusite, refluxo gastroesofágico, infecções por vírus, betabloqueadores, sensibilidade a sulfitos, a aspirina ou a outros antiinflamatórios não hormonais.

Atualmente se preconiza que o paciente e sua família assumam conjuntamente o tratamento farmacológico, as estratégias de controle ambiental, a identificação e autotratamento das exacerbações e a comunicação apropriada como o sistema de saúde. A educação em asma é o mecanismo pelo qual os pacientes aprendem a realizar essas tarefas. A educação deve começar no momento em que a asma é diagnosticada e deve estar integrada a todas as etapas do tratamento da asma. As instituições responsáveis por saúde precisam sistemicamente ensinar e rever com o os pacientes como cuidar da asma. Os pacientes devem também receber e aprender a usar um diário escrito com um plano de detecção e de ação para as exacerbações. É especialmente importante fornecer o plano, por escrito, para pacientes com asma persistente, moderada e grave, ou história de crises graves. A aderência deve ser estimulada através da comunicação livre e aberta, individualizando, revendo e ajustando os planos na medida do necessário; enfatizando os objetivos e os resultados obtidos e incentivando a participação da família.

Fonte


Receba informações sobre Sua Saúde no Email

Comente:

Nenhum comentário:

Comment

facebook

Outros Posts Sobre Saúde


Receba no seu Email:

Dúvidas? Entre em contato!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Todos os posts deste blog