Crises de Asma: tempo seco requer atenção redobrada







No Inverno, o tempo seco e a queda da temperatura se tornam propícios para a piora das crises de Asma. Caracterizada pela inflamação dos pulmões e das vias aéreas, as pessoas que sofrem com este problema respiratório, tem chiados no peito, tosse e sensação de falta de ar. Isso ocorre quando o ar viciado permanece nos pulmões, sem ser expirado, provocando a impressão de sufoco. Os níveis de poluição e a baixa umidade atmosférica prejudicam a qualidade do ar e agridem as vias respiratórias. Se a pessoa sabe que tem Asma, não pode parar seu tratamento pela metade e, antes da chegada do Inverno deve fazer uma visita ao médico para saber se a doença está sob controle.

Fatores de risco

Pólen das flores, mofo, ácaros, poluentes do ar, gases químicos, inseticidas, poeira, fumaça de cigarro e determinados alimentos, como o leite e os ovos, podem desencadear as crises. Segundo o médico, resfriados, gripe, estresse e a prática de exercícios vigorosos também podem agravar o problema.

Prevenção

A lavagem das roupas que serão usadas e que estão há meses guardadas, evitar o contato direto com cães e gatos e optar por lugares com grande circulação de ar, são medidas que auxiliam na prevenção de uma crise asmática.

Crises de Asma: tempo seco requer atenção redobrada Crises de Asma: tempo seco requer atenção redobrada Editado por saude.chakalat.net on 11:03 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.