Tratamento adequado para asma pode reduzir a mortalidade pela doença








A maioria dos óbitos que correm da Asma poderia ser evitada com tratamento adequado. Embora já ocorra a liberação de medicações para a asma no SUS, a maioria das equipes de Atenção Básica ou Saúde da Família, em todo o Brasil, não está capacitada para orientar o tratamento. Estas são algumas impressões do médico Álvaro Cruz, professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e consultor da Organização Mundial da Saúde para doenças respiratórias crônicas.

A asma é uma doença não curável e que precisa ser acompanhada por toda a vida, provoca chiado e aperto no peito, falta de ar e tosses repetidas. É mais comum na infância, mas acomete também adultos e pessoas idosas. A doença resulta de múltiplos fatores genéticos e do ambiente.

Os sintomas são provocados geralmente por resfriados, por inalação de substâncias que provocam alergia (em geral poeira e mofo) ou irritantes do aparelho respiratório, principalmente fumaça. A estratégia de prevenção requer a identificação de fatores de risco relevantes individuais.

Tratamento
O controle adequado da asma permite que a pessoa tenha uma vida inteiramente normal, sem qualquer limitação. Em alguns casos, o exercício físico pode precipitar sintomas, mas isso pode ser controlado com tratamento para permitir que os portadores desenvolvam atividades físicas e aeróbicas regulares.

A Organização Mundial da Saúde estima a existência de 300 milhões de asmáticos em todo o mundo. No Brasil, cerca de 20% da população tem sintomas da doença, que é uma das principais causas de internações pelo SUS. Esta constatação e a necessidade de reconhecimento da asma como um problema que deveria chamar mais a atenção da Saúde Pública no País, levaram um grupo de cerca de 100 médicos brasileiros, de várias especialidades, a trazer para o Brasil a representação da Organização Internacional conhecida como Iniciativa Global Contra a Asma (GINA) ─ uma Ong que vem atuando em diversos países com a intenção de implementar as melhores práticas para o controle da doença.

(Fonte: Assessoria de Comunicação UFPR)
Tratamento adequado para asma pode reduzir a mortalidade pela doença Tratamento adequado para asma pode reduzir a mortalidade pela doença Editado por saude.chakalat.net on 08:08 Nota: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.