Curta e Siga


Asma é uma doença hereditária?





Melhores preços do Magazine Luiza. Clique aqui





Asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas. Falta de ar, chiado no peito e cansaço  são sintomas característicos da doença. Apesar de ainda não se conhecer a cura  definitiva para a asma, é possível controlar as crises e levar vida normal, desde que o paciente receba o tratamento adequado.

Provavelmente, a asma seja uma doença hereditária. Há estudos recentes apontando para os  genes da asma, apesar de não  se conhecer, ainda, sua capacidade de penetração. Parece certo, porém, não se tratar de um único gene e  possuí-lo não significa que a pessoa ficará doente. No entanto, se um dos pais for asmático, a probabilidade de o filho ser portador da doença aumenta. Se os dois forem asmáticos, esse risco cresce consideravelmente.

É preciso dizer que a herança genética não é a única causa responsável pelo aparecimento da doença. Continuada  exposição a certos fatores ambientais pode desencadear a crise. É o caso, por exemplo, das poeiras orgânicas,  dos resíduos de madeira, do feno e  de outras forrageiras usadas para alimentar gado. Nessas circunstâncias, porém,  trata-se de um tipo diferente de asma cuja crise é deflagrada por um mecanismo  semelhante ao das alergias de pele.

O tratamento para o controle da asma deve ser individualizado, com o médico avaliando cada caso. Há alguns pacientes que só precisam utilizar a medicação em épocas de frio e inversão térmica e quando há prejuízo na prova de função pulmonar ou pico de fluxo. A escolha das medicações depende do grau da asma – leve, moderada ou grave – e do resultado da prova de função pulmonar.

O tratamento da asma tem como objetivo dar mais qualidade de vida ao paciente, diminuir o número de despertares à noite, reduzir a quantidade de medicamentos para crises, ou seja, as bombinhas de alívio, e acabar com a limitação das práticas de atividades físicas. Além das medicações, umidificar ambientes, se vacinar, tomar cuidado em viagens aéreas, receber acompanhamento odontológico, fazer exercícios físicos e controlar doenças associadas são boas armas para ajudar no controle da asma.


Nos Siga nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, Youtube . Adicione no grupo do Whatsapp

Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

Nenhum comentário